sábado, 27 de junho de 2009

ANDAVA EU A FOTOGRAFAR GAFANHOTOS QUANDO...

O almoço era biológico - acho que foi mesmo o melhor almoço da minha vida! - o sítio era lindíssimo e a menina da direita estava tão descontraída que até deixou a «moeda no cofrinho» à mostra! Coisas! Não tem mal nenhum: eu só andava à procura de gafanhotos para fotografar quando sem querer apareceu o rabiosque da menina... Coisas que só atinge quem anda de máquina em punho! Que chatice, já viram? E de gafanhotos, nada! Fiquei frustradíssimo!

4 comentários:

GarçaReal disse...

Patente a frustração.....

Quem sabe da próxima não te percas e os encontres.....

Boa semana

bjgrande do Lago

OrCa disse...

Acontece... E, depois, um gafanhoto, perante outras realidades da vida, é coisa fugidia e saltadora. Enquanto outras coisas nos sugerem muito maior estabilidade.

A tarefa do fotógrafo simplifica-se, ainda que, por vezes, possa saltar o coração onde o gafanhoto fraqueja.

Aprecio, sobremaneira, o lenço, apontando conspiquamente o infinito...

Graça disse...

Sem dúvida que sim :)...

Quase nos 50 disse...

Excelente comentário a uma foto que não era para ser...mas foi!
Excelente sentido de oportunidade.
Gostei.
Um abraço