domingo, 24 de janeiro de 2010

QUANDO AS SILHUETAS SÃO GENTE!

Silhuetas recortadas na espuma
brancazulada das ondas revoltas do Mar

5 comentários:

Su disse...

Belíssimo! Que contraste entre a luz do mar e o negro dos Homens...

argumentonio disse...

sim, os olhares que se dirigem mais ao horizonte que ao bravo do mar em cada onda a que fazem peito, pai e filho, um sentido de busca se adivinha naquelas almas...

bela fotografia, sugestiva e plena de intensidade!!!

;_)))

Pedrasnuas disse...

QUANDO AS SILHUETAS TRADUZEM MOMENTOS DE AFECTO E AMIZADE ...QUEM SABE,TALVEZ PAI E FILHO

Paula Raposo disse...

Tão linda!!!

Lou Albergaria disse...

Desculpe, por tantos comentários, mas viciei. Ou devo dizer, viciaste-me em tua Arte...

Linda foto! Lindo 'hai-kai'!!!

BJ!